Goiaba – características e o cultivo da goiabeira

0
65
Goiaba - características e o cultivo da goiabeira
Site do Café

Goiaba – características e o cultivo da goiabeira

A goiaba é uma das frutas mais apreciadas no Brasil e, por esta razão, encontra um bom mercado consumidor. Desta forma, é uma fruta que traz bons lucros aos seus produtores. Pode ser consumida ao natural, além de ser muito utilizada em doces, como a famosa goiabada e, também, em conservas. Em sua composição encontramos as vitaminas B1, B2 e C, além de proteínas, ferro, cálcio e fósforo.

A goiabeira Psidium guayava Raddi a árvore que produz esta deliciosa fruta, é uma planta que se adapta muito bem às condições de solo e clima da maior parte do Brasil. O porte da goiabeira pode variar, mas seus frutos apresentam o mesmo sabor característico.

O clima mais indicado para esta cultura é o quente e, por esta razão, pode ser cultivada sem problema nas altas temperaturas das regiões Norte e Nordeste. Apesar de se adaptar melhor neste tipo de clima, é uma planta considerada bastante resistente, pois pode sobreviver até mesmo a condições de frio extremo, como o de geadas leves, desde que não seja por um período muito prolongado.
Apesar de se adaptar bem a, praticamente, qualquer tipo de solo encontrado no Brasil, prefere os areno-argilosos, com boa drenagem e profundos.
O plantio é feito, normalmente, com mudas produzidas à partir de sementes retiradas do próprio fruto da goiabeira. As sementes devem ser cultivadas em canteiros, com sulcos espaçados em 15cm. Depois que as mudas estiverem desenvolvidas, devem ser transplantadas, em sacos plásticos, para o local definitivo. O momento certo para o transplante acontece quando as mudas estão com cerca de 10cm de altura ou com 3 ou 4 folhas. No local definitivo, o plantio das mudas deve ser realizado em covas de 50x50x50cm, com um espaçamento aproximado de 7 a 8m.
Antes do plantio, o mais indicado é que seja realizada uma análise de solo, para que possamos verificar a necessidade de adubação ou calagem. Entretanto, de maneira geral, podemos fezer uma aplicação de fertilizantes nas covas, antes do plantio. A adubação do terreno deve ser repetida a cada três ou quatro anos, para que possamos garantir a continuidade da boa produção das árvores.
Outra providência importante para garantir o bom desenvolvimento das goiabeiras é a realização de capinas, manuais ou mecanizadas, sempre que necessário. Por último, é recomendável que se faça uma adubação, todos os anos, no início e no final da estação das chuvas.
A goiabeira produz frutos já no primeiro ano, mas a produção vai aumentando, gradativamente, ano após ano, até se estabilizar. Dependendo da variedade, cada goiabeira produz, anualmente, cerca de 70 a 80kg de fruta.
As pragas e doenças que mais atingem esta cultura são a mancha-das-folhas, a podridão-das-raízes, a ferrugem e a antracnose, entre outras.

 

Deixe uma resposta