Seleção das rãs nas diversas fases do seu desenvolvimento

0
6
Seleção das rãs nas diversas fases do seu desenvolvimento
Site do Café

A seleção das rãs visa obter melhores animais, com maior potencial reprodutivo, maior produção de carne, etc. Entretanto, não basta que selecionemos as rãs adultas, para a reprodução, mas a seleção deve ser feita sempre e em todas as fases de vida e das maneiras descritas a seguir.

Desovas

Devem ser grandes, com uma boa camada gelatinosa e grande número de ovos. Devemos, ainda, verificar a porcentagem de eclosão, o que é muito importante, pois dela vai depender o número de embriões nascidos e, mais tarde, o número de rãs produzidas.

Fecundação

É necessário verificarmos se o macho produz uma quantidade satisfatória de espermatozoides e se estes são perfeitos e com boa capacidade fecundante. Para verificarmos essas qualidades, basta anotarmos a porcentagem de larvas nascidas da desova e levarmos em consideração que também a fêmea toma parte nesses resultados.

Portanto, não basta que o macho seja um excelente reprodutor, mas é necessário, também, que a fêmea seja uma boa “poedeira” e que seus óvulos sejam perfeitos e viáveis, isto é, capazes de produzir embriões vivos.

Eclosão

É uma das fases mais importantes, pois dela depende, em grande parte, os resultados da criação. Por isso, devemos sempre verificar a porcentagem ou os resultados das eclosões, pelo menos do maior número possível, para que possamos ter uma idéia ou tirar uma média desses resultados e possamos tomar as providências necessárias, quando for o caso.

Devemos, no entanto, levar em consideração que a fecundação dos óvulos é de responsabilidade do macho, embora sua estrutura dependa da fêmea e o seu estado, do meio ambiente, principalmente da água em que forem postos e da presença de predadores.

Girinos

Seu número, qualidade e estado devem ser verificados, sendo eliminados os embriões e girinos fracos, raquíticos ou originários de desovas de baixa eclosão ou, ainda, produtos de casais consanguíneos.

Rãs jovens

Devem ser bem selecionadas, sendo eliminadas as fracas, defeituosas, mal desenvolvidas ou doentes.

Rãs adultas

Embora já tenham passado por diversas seleções durante sua vida, devem ser selecionadas com o máximo rigor, principalmente quando são destinados à reprodução sendo, para isso, escolhidas as mais bem conformadas e de desenvolvimento excepcional. Para evitar muita movimentação no ranário e para economizar mão-de-obra, devemos aproveitar os dias de transferências de desovas, girinos ou rãs, para procedermos a seleção.

No caso de compra de outro criador, a seleção deve levar em consideração, além do exterior, a procedência da rã, pois a maior garantia do comprador é a idoneidade do vendedor.

Adubo para Grama

Deixe uma resposta