A Fuga das Minhocas

0
45
A Fuga das Minhocas
Site do Café

A Fuga das Minhocas

As minhocas são grandes “fujonas”, não permanecendo nos canteiros, quando as condições lhes são adversas. Quando, porém, elas lhes são favoráveis, ou seja, um ambiente adequado, bom grau de umidade e uma boa alimentação elas, geralmente, não fogem, pois se adaptam a uma grande variedade de climas e de solo e se reproduzem quando a mistura em que vivem possui muita matéria orgânica animal ou vegetal em decomposição.

Devemos esclarecer que, ao contrário do que parece, a minhoca foge por cima da borda da mureta do canteiro e não por baixo dela, cavando galerias na terra.

Como causas para a fuga das minhocas temos, entre outras:

– falta de comida;

– superpopulação;

– trovoadas e chuvas;

– canteiro muito seco.

As fugas ocorrem, normalmente, durante a noite, pois as minhocas não suportam a luz ou a claridade do dia. Para evitar ou controlar a fuga das minhocas, podemos empregar lâmpadas ou cercas elétricas.

As chuvas são perigosas para as minhocas porque, encharcando os canteiros, podem ser mortas devido ao excesso de água. É por isso que as minhocas tentam a fuga, principalmente depois das chuvas.

Chuvas finas ou durante pouco tempo não as afetam, pois elas vivem em uma camada superficial de 25cm de espessura.

Também a terra ou camada do canteiro muito seco é, não só prejudicial às minhocas como, também, as pode matar sendo por essa razão outro fator responsável por provocar a sua fuga.

Deixe uma resposta