Criação de codornas – como controlar o ambiente

0
27
Criação de codornas - como controlar o ambiente
Site do Café

Criação de codornas – como controlar o ambiente

É de grande importância que os principais elementos que formam o ambiente, onde são criadas as codornas, sejam mantidos em determinados limites, considerados os mais favoráveis à vida, desenvolvimento e reprodução das codornas, para que seja obtida maior produtividade.
Entre esses elementos temos:
Temperatura
Quanto as temperaturas necessárias para as codornas, nas suas diversas idades, temos:
Codornas Temperatura em ºC Temperatura controlada (idade) (foco de calor) (ambiente) 0 a 3 dias 40 a 42, 22 a 24, 4 a 7 dias 35 a 37, 19 a 21, 8 a 14 dias 30 a 32, 18 a 20, 14 a 21 dias 25 a 27, 18 a 20 mais de 21 dias ambiente 18 a 20.

Umidade
As codornas, principalmente as novas, são muito sensíveis à umidade embora, com o crescimento, fiquem mais resistentes a ela. Uma das maiores causas de mortalidade em codornas, até se tornarem adultas, é a umidade acima do normal.

Iluminação ou claridade
É indispensável que nas criações de codornas haja uma boa iluminação, pelo menos, igual à do dia, para que as codornas possam se alimentar durante todo esse período, o que é importante, principalmente para aquelas em desenvolvimento. Essa iluminação deve ser bem distribuída por todas as instalações, de maneira racional.

Quando se tratar de iluminação natural, os comedouros não devem ficar expostos à luz direta do sol, para evitar que ela destrua as vitaminas da ração, principalmente as A, B1, B2, etc.

Devido, principalmente, ao aparecimento de canibalismo, as lâmpadas infravermelhas foram abandonadas, sendo substituídas pelas incandescentes amarelas. Durante a noite, ou deixamos a iluminação normal ou apenas uma lâmpada piloto.

Ventilação e aeração
Um ar pobre em oxigênio é menos prejudicial às codornas do que um ar carregado de gás carbônico, mesmo que resultado somente da expiração das aves. Assim sendo, reveste-se da maior importância a renovação do ar ou da ventilação nas instalações para as codornas, principalmente em ambientes controlados.

O gás carbônico, por exemplo, por ser mais pesado do que o ar, forma uma camada baixa, sobre o piso das criadeiras, atingindo diretamente as aves que o vão inspirando, causando aumento da mortalidade e sérios prejuízos à saúde das sobreviventes.

Devemos, no entanto, evitar as correntes de ar que são, também, muito prejudiciais a essas aves.

Deixe uma resposta