Registro genealógico dos caprinos

0
39
Registro genealógico dos caprinos
Site do Café

Registro genealógico dos caprinos

O criador deve manter um perfeito serviço de registro e controle de seus animais, todos eles identificados corretamente. Poderá, mesmo, expedir “certificados” com todos os dados zootécnicos de seus caprinos.


Isto, porém, não é o suficiente, se o criador deseja criar e vender reprodutores “registrados”, com “pedigree”, pois esses certificados particulares não têm valor oficial algum, porque o registro genealógico de animais é regido por leis e regulamentos específicos. Somente associações de criadores autorizadas pelo Governo Federal, através do Ministério da Agricultura, podem expedir “Certificados de Registro Genealógico”, reconhecidos oficialmente.

Assim sendo, para que um criador possa fornecer Registro Genealógico ou “pedigree” de um de seus animais, tem que entrar para uma associação de criadores reconhecida oficialmente pelo Governo, que tenha autorização para manter um Serviço de Registro Genealógico e que cumpra as exigências ou regulamentos para o registro de animais. Atualmente, só são aceitos, para registro, caprinos puros das raças reconhecidas oficialmente, nacionais ou estrangeiras.

 
É necessário, ainda, que os caprinos estejam perfeitamente identificados por meio de tatuagens, feitas de acordo com as normas prescritas pela associação de criadores. Para isso, as tatuagens devem ser as seguintes:

– Orelha direita (OD) – número do registro definitivo;
– Orelha esquerda (OE) – identificação individual e depois, números ou letras do registro provisório.

O número do registro definitivo pode ser feito, também, na cauda do animal.

Deixe uma resposta