Pesca de traíra com sapinho

0
12
Pesca de traíra com sapinho
Site do Café

Nos dias mais quentes, esta pode ser uma ótima alternativa para fisgar a espécie

Quem já fez a pesca de traíra com o popular sapinho sabe que é espetacular. Destaco que o sapinho também pode ser chamado de frog ou sapo artificial. Cada um tem sua maneira.

Sugiro o uso do sapinho para em dias quentes. Quando a atividade da traíra se torna mais intensa nas primeiras horas do dia e no final de tarde. Mas nada impede que o pescador as capture durante todo o dia.

Por isso mesmo, as traíras vão atacar suas iscas artificiais por dois motivos: instinto de caça ou territorial. É nítida a diferença. Nos momentos de caçada toda a população estará voltada a essa atividade nas represas. Agora, se for apenas defesa do território ou até mesmo por raiva, os ataques são isolados.

Outra característica que pode mostrar como está o comportamento do peixe é o seu modo de investir para abocanhar a artificial. Se a espécie atacar a isca de primeira, provavelmente estará caçando. Agora, se a ação se der depois de a isca passar quatro, cinco vezes no mesmo ponto, então pode-se dizer que foi por provação, defesa de território.

Deixe uma resposta