Mexilhões de água doce

0
10
Mexilhões de água doce
Site do Café

Mexilhões de água doce

Os mexilhões de água doce pertencem a vários gêneros, entre os quais o Anodonta, Unio, etc., sendo encontrados normalmente em lagos, lagoas e mesmo em águas correntes como riachos e rios, em geral, com 2/3 da concha enterrada na areia.

São animais da Classe Pelecypoda (gr. Pelekys, machado + podos, pé = pé em forma de machado) e respiram por finas brânquias.

Como possuem o corpo mole embutido dentro de uma concha formada por duas partes, recebem a denominação de bivalves. Não possuem cabeça.

É um alimento muito rico em proteínas, servindo de alimentação, não só para grande número de peixes mas também para sapos, tartarugas, lagartos, etc. Estes últimos se acostumam a comer a carne de mexilhão colocada em comedouro ou mesmo em um simples preto ou pires.

Essa carne deve ser picada em pedaços ou fatias e misturada com ovo cru, servido somente para variar a alimentação de lagartas do gênero Egernia, Tiliquia e Heloderma.

Podemos fazer a coleta de mexilhões em seu ambiente natural e conservá-los vivos em aquários, por vários meses, desde que haja uma boa aeração, umidade e um local fresco. O melhor é mantê-los assim somente 3 a 4 semanas, porque há queda no seu peso e a sua carne perde em valor nutritivo.

Podemos, também, abatê-los em água fervendo, retirá-los das conchas e conservá-los congelados e picados, para serem dados, oportunamente, aos animais.

Site do Café

Deixe uma resposta